Nunca daria ciclo suficiente


1 Comentário

342…

ERA UMA VEZ…

O dia 4 de Março de 2018…

Neste dia a jovem da imagem iniciou o tratamento mais avançado que existe! O resultado final é este,

Já sabem fêmeas! Querem emagrecer e ficar com um aspecto rejuvenescido?

Enviem um correio electrónico ao Vladimir Putin, a solicitar o tratamento NOVICHOK… E aguardem!

Outras notícias DIVERTIDAS…

 

“Disparou o número de óbitos em Portugal. Nos primeiros cinco meses do ano morreram mais de 55 mil pessoas. É o valor mais alto dos últimos dez anos, nesse mesmo período. A grande maioria das mortes registadas em desde o primeiro dia de 2018 até ontem atingiu idosos com mais de 75 anos.”

 

Como podem facilmente deduzir, só por esta via se consegue alcançar uma

sociedade sustentável… Pois o número de animais umanos velhos e obsoletos está pela hora da morte!

Anúncios


2 comentários

370…

1992 versus 2018

No reino da Ilusão…

A criança da esquerda foi debitar umas balelas sobre sustentabilidade e sobre lutar pelo futuro… lá atrás em 1992!

O TEMPO passou e a criança virou adulta, e continua a debitar balelas e a lutar pelo futuro

A criança da direita foi debitar umas balelas sobre armas e sobre lutar pelo futuro… Em 2044 estará a debitar balelas sobre exactamente o mesmo, isto se não morrer antes vítima de uma arma!

A razão para esta REALIDADE presente e futura é que não existe MUDANÇA no presente e como tal o FUTURO será fundamentalmente idêntico ao PRESENTE!

As pequenas flutuações apenas serão as que surgirão pela natural degeneração progressiva do animal umano…

Por falar em pequenas flutuações…

Pelos vistos a MANADA de umanos continua a emitir muito CO2 (as Plantas agradecem!)…

Juntando a este aumento de emissões de CO2, temos também o aumento da procura pelo Ouro Negro…

Claramente o que referi sobre o fabuloso Acordo de Paris está a revelar-se.

Adoro estas MUDANÇAS 😆 😆

E por falar em Plantas!

Especialista defende menos floresta e aumento de outras atividades

Em certas zonas do País vai ser necessário “diminuir a área florestal” e “aumentar as outras áreas” de território com outro tipo de utilizações, defende José Gaspar, professor da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC).

Claro que isto de defender “menos floresta” só pode acontecer e ser concretizado nos países auto-denominados “desenvolvidos”!

Já imaginaram o que seria se os Brasileiros decidissem que querem “menos Floresta”?

Já estou a ver a avalanche de petições hipócritas e de mensagens nas redes-psicóticas contra tal intenção dos terroristas ambientais brazucas!

E para terminarmos a RIR a bom RIR…

“CAP avisa: chuvadas* só vieram demonstrar que país precisa de mais barragens”

Podem os Brazucas começar a construir outros Belos Montes! Têm o aval dos “desenvolvidos”!

*Chuvadas ocorridas entre meados de Fev2018 e a data desta mensagem!

Bem…

Continuem a RIR e não se esqueçam de se irem

hUmanizando!

 


9 comentários

385…

SUSTENTABILIDADE LOUCA!

Se formos honestos não existe outra sustentabilidade, porque o animal que a quer inventar, é ele próprio louco.

Vamos então à DIVERSÃO, dado que é a única coisa positiva que se retira do comportamento do animal umano…

Que coisa bela é esta?

É o embrião da mais recente futura cria do animal sustentável umano: Barragem (usina!) de Belo Monte!

Quem ainda não captou a subtileza está a ser construída no Brasil 😉

E vai ser GLORIOSA!

Provavelmente ainda MAIS GLORIOSA que o Orgulho Nacional Tuga: a BARRAGEM DE ALQUEVA!

Tenham cuidado que aquela ligação conduz a uma mensagem que por sua vez conduz a outras mensagens… Todas elas divertidas, mas é muita letra! Considerem-se avisados.

O que por cá é motivo de ORGULHO, por lá é motivo de VERGONHA!

Mas quem tinha VERGONHA e não quer tal Cria, bem… melhor dizendo, quem não queria tal Cria, eram uns quantos animais umanos que nem sequer vivem naquela região/continente! Até andaram a assinar petições e outras tangas para ver se impediam a construção da Gloriosa Parede de Betão! Puta de hipocrisia!

Os índios da região também não queriam… mas ei, os Índios que se FODAM

COM OS SAUDOSOS CUMPRIMENTOS DOS TERRORISTAS TUGAS!

A FORNICAR ÍNDIOS “BRASILEIROS” DESDE O ANO DA GRAÇA DE 1.500!

Continuemos então a RIR com a SUSTENTABILIDADE LOUCA!

1.201.001.752

O número que acabaram de ler reflecte a quantidade de energia – expressa em kWh – que o pedaço de “terra” delimitado a cor vermelha consome num ciclo (ano de 2015). É a apelidada cidade do Porto, em Portróical!

Algures neste país, mas noutro local, existe o seguinte

Amareleja!

Este é o aspecto da central solar situada na Amareleja… Ocupa uma área de 2,5 Km2, coisa pouca!

Imaginando uma situação perfeita, onde não existe praticamente desperdício de energia desde a geração até ao consumo, e onde o SOL nunca está oculto pelas incómodas NUVENS, e voltem a contemplar a imagem da cidade do Porto, a área que está delimitada pela linha amarela representa a quantidade de espaço que seria necessário ocupar com painéis solares para termos uma cidade, tipo a do Porto, abastecida com energia de geração solar!

É de RIR ou não o que representa na REALIDADE esta pseudo-sustentabilidade?

E voltamos à DIVERSÃO…

Claro que se temos SOL 365 dias por ano, tal significa que não cai água do céu… pelo menos durante a parte do dia em que o SOL brilha!

E não caindo água do céu, as tais barragens não passam de meros muros de betão.

Como em Portróical estamos há muitos meses sem que caia água do céu em quantidade suficiente para manter os muros de betão ocultos, estamos num estado a que se chama de “seca”! E como ainda outro dia escrevi sobre isto, não vos vou dar nova seca…

Vou colar o texto (isto de escrever é uma seca!)

O Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA) contrariou, esta quinta-feira, as declarações do presidente da Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN) e assegura que não há qualquer necessidade de investir na construção de mais barragens no país. O GEOTA afirma, ainda no seu comunicado, que a insistência na construção de barragens carece de sustentação científica, para além de ignorar “completamente as consequências das Alterações Climáticas”.”

Deixemos então os muros de betão, e vamos para a nova moda da sustentabilidade louca…

Veículos Eléctricos!

São estes a SALVAÇÃO dos loucos umanos… querem trocar milhões de veículos insustentáveis, por outros (in)sustentáveis!

A última história divertida que li relativamente a esta nova ILUSÃO tem que ver com os veículos pesados de transporte de mercadorias.

Como é fácil de observar isto é insustentável!

A MUDANÇA para o camião eléctrico é o FUTURO… provavelmente o inexistente.

Para já a situação não está famosa para a transição – outra palavra que os fãs da Sustentabilidade Louca adoram usar – porque um camião eléctrico não é capaz de ter autonomia suficiente para efectuar as viagens longas que caracterizam o transporte pesado de mercadorias (crianças incluídas!)

Mas tenham calma, que por debaixo de cada calhau – não o SALVADOR! – existe sempre uma mente genial:

“Sustainable Energy

An Electric Semi Definitely Won’t Work—But Seven in a Row Might”

Se um camião eléctrico isolado não serve… CARALHO! Usamos SETE (logo tinham de ser 7) em linha…

Isto sim são ideias do verdadeiro génio umano. Se um camião movido a combustível fóssil é insustentável, vamos trocar um por 7 camiões eléctricos para virarmos sustentáveis!

Com ideias geniais destas é impossível não RIR.

Se isto não é Sustentabilidade Louca, por favor elucidem-me o que é!

E para terminar que já escrevi letras demais…

Como o animal umano está a degenerar de forma sustentável

este grupo de degenerados, vestidos de forma idiota, declararam que

“Germany’s highest court ruled on Wednesday in favor of the introduction of a third gender category for people who do not identify as either male or female or are born with an ambiguous sexual anatomy.”

Temos de criar o Terceiro Género!

Temos o Feminino, o Masculino e agora – começou na Alemanha mas rapidamente se vai alastrar pelo resto da MANADA – vamos passar a ter o Degenerado.

“Qual é o teu género?”

“É o DEGENERADO.”

E assim segue a Evolução da Umanidade…

Desde a insustentabilidade do betão até à insustentabilidade do animal.

😆 😆 😆 😆 😆


3 comentários

390…

UMANUTOPIA

De facto não há, nas palavras existentes, nenhumas que sirvam para explicar de forma simples e clara o nível de degeneração a que chegou o animal umano!

Por isso tive de inventar esta palavra… UMANUTOPIA!

E o que a seguir vou descrever é o resultado da utopia que alimenta a mente degenerada dos animais umanos.

SUSTENTABILIDADE

É um dos alimentos usados pelos umanos para manter viva a utopia de que são “Seres Humanos” e que vão conseguir alcançar algo sustentável… algures no futuro que há-de vir!

E toda a palhaçada se passa nuns pequinitos 8 quilómetros quadrados de terra

aqui mesmo, nesta terra que os umanos apelidam hoje em dia de “Portugal”!

E neste pedaço de terra podemos contemplar a absoluta e total ilusão de que “SUSTENTABILIDADE” existe.

Do lado direito da imagem podemos observar o início da fase de destruição de mais uns quantos metros quadrados de área verde que, como é hábito, vai ser substituída pelos FANTÁSTICOS AÇO, ALCATRÃO & BETÃO!

Umano que se preze detesta a NATUREZA, e faz de tudo para que a mesma seja aNatureza!

Aquela zona da direita está agora assim,

Uma visão divinal!

E se de dia já é BELA… de noite,

Como podem contemplar, é mais um pequeno paraíso para os umanos… Destruíram zonas verdes, mas continuam a disfarçar que ADORAM A NATUREZA colocando árvores nas bermas do alcatrão!

Este local fica a cerca de 5 quilómetros da costa atlântica, numa zona com grandes areais – até ver – mas claro, umanos SUSTENTÁVEIS que se prezem e se dêem ao respeito têm de ter PISCINAS!

Estas novas cavernas modernas estão equipadas com tudo o que há de mais SUSTENTÁVEL… incluindo as PISCINAS!

Desconfio que não quiseram ficar atrás dos vizinhos que já lá habitavam!

Cada ponto vermelho nesta imagem (têm de clicar nela para ver tamanho original!) é a localização de uma PISCINA!

Não… A imagem não está com sarampo!

Tudo isto se resume a uma coisa…

NOVO CONCEITO DE VIDA!

Claro que, manda a GENUÍNA UTOPIA, temos de parecer SUSTENTÁVEIS…

E se observarem com atenção podem verificar na imagem (quadrante superior esquerdo!)

que destruímos mais uma zona verde, para construirmos (umano adora destruir!) uma bela Quinta de Painéis Solares!

Devem estar a servir para produzir energia VERDE & SUSTENTÁVEL para ajudar a manter todas as piscinas desta zona à beira-mar plantada!

Para terminar a Umanutopia, vamos lá então nos divertir com as perguntas que eles fazem para saberem se o animal umano tem “espírito” urbenatura!

Mesmo sem responder a nenhuma delas, eles descobriram que “eu” sou um “BICHINHO DO BETÃO”!

Apreciem que é do melhor…

*

*

*

*

*

E não se esqueçam que

OSSOS NÃO SÃO UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL!


64 comentários

451…

pocahontas_tugaELECTRO-ECO-INDÍGENA!

A menina na imagem – a que tem a pena de ave espetada no cabelo – é conhecida pelo nome, Ângela Rosa.

Sei o nome da indígena apenas porque ela apareceu há uns meses atrás muito indignada relativamente há possibilidade de petróleo e gás natural começar a ser explorado junto ao seu quintal… ALLgarve!

Fiquei depois a saber que ela é fã de veículos eléctricos – até tem um!

E é sobre a ILUSÃO “Veículos eléctricos – O caminho a seguir para combater uma série de cenas!” que vos vou hoje maçar!

tesla-model-sSustentabilidade® a rodar em cima do Insustentável!

Esta é uma daquelas imagens que mata qualquer noção de ecologia!

Mas enfim…

Os amigos do sítio “Salvadores VERDES” listaram, em 2014, 11 argumentos para convencer o escravo boçal a comprar (CONSUMIR) um carro eléctrico (mesmo que não tenha necessidade de trocar o actual! Algo deveras sustentável!)…

Foram estes os argumentos:

Variedade, economia, autonomia, qualidade, preço, ambiente, marketing, desenvolvimento, investigação, descanso e  imaginação!

Vou-me centrar na parte do “AMBIENTE”, pois sempre que oiço falar sobre “alterações climáticas” oiço logo os gritos da indígena a defender o uso de carro eléctrico pois é melhor para o “ambiente” ao nível das emissões!

A indígena Ângela Rosa é contra a exploração de petróleo e gás natural nas costas do Algarve. É-o porque, em primeiro lugar, mora na zona que será afectada pelas explorações, e depois é-o porque está preocupada (acho eu) com as “Alterações Climáticas” e com os problemas de poluição!

É contra o uso do petróleo (deduzo que apenas na parte que se refere ao combustível) porque este é um dos responsáveis pelas emissões de GEE (gases efeito estufa)! E assim sendo achou que seria coerente andar de carro eléctrico!

Já relativamente ao uso do Facebook a coerência fica para depois, pois a indígena usa esta plataforma para tentar atrair mais indígenas para a sua “causa”!

Anda assim a indígena de carro eléctrico, e a promover o carro eléctrico, pois esta é, para ela, uma das importantes formas de tentar evitar as “alterações climáticas” (isto é tão ridículo que até me está a custar escrever).

Carro eléctrico… Precisa de bateria para armazenar energia!

Baterias… Nos últimos anos a indústria virou-se para as “BATERIAS DE LÍTIO”

tesla-battNa imagem podem ver o exemplar de uma bateria de lítio que é usada na marca de carros da imagem lá de cima, naquele “carro maravilha”!

Qual o impacto em termos de GEE da produção de uma bateria de lítio para o carro “maravilha” eléctrico?

“The batteries that require the most energy for their production are nickel-metal-hydride, at 90 MegaJoules (MJ) per kilogram (kg) of battery produced and lithium-ion, at 88-90 MJ per kg. This is reflected in their impact on fossil fuel depletion, with both lithium-ion and nickel-metal-hydride using around 1.6 kg of oil equivalent per kg of battery produced. These two batteries also perform the worst in terms of GHG emissions, with up to 12.5 kg of CO2 equivalent emitted for each kg of lithium-ion batteries, and 5.3 kg of CO2 equivalent for each kg of nickel-metal-hydride batteries.” tradução

Portanto as baterias de lítio são as segundas PIORES no que toca a emissões de GEE com 12,5 kg de CO2 equivalente emitido por cada quilo de bateria produzida!

E claro a parte mais divertida é que para produzir um quilo de bateria para o carro eléctrico da indígena Ângela Rosa foram consumidos 1,6 kg de petróleo por cada quilo da bateria que o carro dela usa!

E diz a indígena que é contra a exploração e uso de petróleo…

Mas nada destes dados importam! Os indígenas ECO-PERSEGUIDORES só ligam aos dados que lhes convém.

E como a indígena Ângela Rosa está tão viciada em carro eléctrico e é tão fã de tal “solução”, pode ser que tenha a sorte da vida dela e que a espectacular mega-fábrica de produção de carros eléctricos

tesla_gigafactory_2*

tesla_gigafactory_1*

tesla-gigafactoryvenha a ser construída em Portugal, e de preferência no Algarve, e de preferência bem perto do local onde a indígena mora.

Isto sim seria divertido de contemplar!

carros-electricos-ligadosE para terminar…

A ilusão afirma que havendo muitos carros eléctricos isso significará menos necessidade de consumir petróleo… e o resto da treta!

O mais recente estudo efectuado pela Agência Internacional de Energia revela que:

“Electric Cars Provide Little Threat To Oil Demand”

Neste estudo prevê-se um número de carros eléctricos em circulação no ano de 2040 a rondar os 150 milhões de viaturas. E este número de viaturas terá um impacto (insignificante) de 1.3 milhões de barris petróleo dia! Uma gota na produção diária!

Finalmente acabou a seca…

E termino com a única forma REALMENTE SUSTENTÁVEL QUE EXISTE DE DESLOCAÇÃO…

andar_e_sustentavel

Tudo o resto é conversa de indígena iludido!


1 Comentário

472…

kelly-slaterQUE SECA! QUE TÉDIO!

Mais um brilhante exemplo de SUSTENTABILIDADE à moda do século XXI…

kelly-slater_ondaO Tédio é para os animais umanos algo de destruidor! Até leva muitos a cometerem suicídio.

No caso dos surfistas o tédio de fazerem surf no mar estava quase a levá-los a também terem vontade de acabar de vez com ele!

Felizmente estamos no século XXI, e este surfista (Kelly Slater) entediado decidiu que não se ia suicidar!

Ao invés criou, segundo ele próprio, uma ABERRAÇÃO DA TECNOLOGIA umana.

Um tanque que gera ondas artificiais, para ele e outros amigos poderem curtir surf a cerca de 160 quilómetros de distância do mar!

E o tipo está excitadíssimo!

kelly-slater_1Tudo isto não seria DIVERTIDO não fosse o facto de o local escolhido pelo surfista entediado para construir o seu novo mata-tédio!

Em plena zona de SECA…

Cali Cali_0Para quem não sabe, a Califórnia está, há vários anos, a passar por secas severas que até já provocaram o abatimento do solo em algumas regiões. Noutras regiões o pessoal até já pinta a erva castanha com tinta verde pois estão proibidos de desperdiçar água. Agricultores também estão com graves restrições no acesso e uso de água!

MAS PODEMOS ESTAR A MORRER DE SEDE, SEM ÁGUA PARA REGAR COMIDA… MAS HAVERÁ SEMPRE UNS QUANTOS MILHÕES DE LITROS DE ÁGUA PARA SE ENCHER UM TANQUE QUE PRODUZ ONDAS ARTIFICIAIS PARA ENTRETER UNS QUANTOS MENINOS DO SURF!

ESTA É A REAL SUSTENTABILIDADE QUE SE QUER.

Se quiserem cliquem aqui e contemplem as belas imagens da SECA!

Mas, caros leitores, não vos preocupeis com nada disto, pois afinal de contas
Kelly_Slater_solar
a geração das ondas artificiais é alcançada com energia 100% solar!

Bravo! Bravo! Bravo!

Assim não há ECOlógica que resista!


9 comentários

581…

publicidade_enganosaNUNCA, ENQUANTO EXISTIREM…

A seguir poderão comparar dois exemplos de animais que vivem neste planeta…

Comecemos pelo Animal Humano!

humanosO que faz este animal?

insustentavel*insustentavel_1*insustentavel_2*insustentavel_3*

insustentavel_4Olhemos agora para outro Animal…

Passamos agora ao Animal Pássaro (provavelmente não são pássaros mas enfim, a minha espécie assim os designa!),

pássarosO que faz este animal?

sustentavel

*sustentavel_1

* sustentavel_3

*

sustentavel_2

 Agora algo para pensar, ou não…

Esta última árvore existe, segundo os relatos de animais humanos que vivem próximo do local, há mais de 100 anos, pois os animais humanos com mais idade – 80 anos – em criança já sabiam da sua existência, e seus progenitores já lhes tinham contado histórias sobre ela!

Ora o animal pássaro aqui referido vive em média 6 anos! Isto significa que mais de 16 gerações daqueles animais ali vivem sem que a Natureza tenha sido destruída!

Se fizermos a comparação para nós – animais humanos – e fazendo as contas para uma média de vida de 60 anos… Teríamos que encontrar um local onde animais humanos vivessem há mais de 960 anos e que mantivessem a Natureza circundante não-destruída!

Existe um sub-grupo da espécie a que pertenço que – por incrível que possa parecer – ainda vive desta forma. Mas, tal como os animais pássaros, estão em constante perigo de serem aniquilados pelos outros animais humanos…

manadaSUSTENTABILIDADE?

Nunca, enquanto existirem…

Bem! Enquanto para se comerem umas simples peras se tiver de fazer tal consumo insustentável de tantas outras tretas!

comer_pera