Nunca daria ciclo suficiente

621…

42 comentários

HIV-VIH_vacinaA REALIDADE DESTRÓI SEMPRE O DOGMA

E como o que acontece com qualquer hipótese (“O VIH é a causa da SIDA”) que não tem qualquer tipo de suporte na realidade, é a mesma se transformar em DOGMA…

E aqui estamos “nós” a sustentar um dogma!

A última novidade fresquinha

“HIV Vaccine Will Be Ready By 2030, According To

Bill Gates”

fonte

Mais 15 ANOS? PQP! Vocês são mesmo salafrários!

Já andam com esta conversa da treta desde 23 de Abril de 1984… À época a mafiosa Margaret Heckler afirmava aos microfones e diante das câmaras de televisão que teriam uma vacina pronta em dois anos! DOIS ANOS!

Era a esperança que TODOS os degenerados queriam ouvir!

E o cromo lá voltou ao ataque!

Nem é preciso comentar mais nada… Excepto que, de facto, os salafrários do Complexo Mafioso e Homicida Médico-Farmacêutico apenas

“PRECISAM DE MAIS FINANCIAMENTO E, CLARO… MAIS TEMPO!”

Pelos vistos é mais fácil e rápido para espécie humana construir um reactor de fusão do que tratarem da saúde do (imaginário) “VIH” fonte

“Lockheed said in a statement that it would build a pilot fusion reactor in the next year, and promised a working reactor by 2017.”

Portanto, quanto à VACINA para a SIDA que surge fruto do DOGMA “O VIH é a causa da SIDA”…

desperdicio_tempo_e_dinheiroESPEREM DEITADOS!

E como é de uma hipótese dogmática que estamos a tratar vamos lá então continuar a RIR a bom RIR com a estupidez que só um bom DOGMA é capaz de criar!

Liberian Doctor Defends 3-5 Days Ebola Treatment With HIV Drug

Lembram-se da estória fantástica de mais um evento viral de nome “Epidemia Ébola”?

Já não?! É natural já deixou de ser notícia que gera LUCROS e como tal já nem se ouve ou vê nada sobre a estória!

Um médico da Libéria leu nuns fantásticos artigos científicos que

“… he got the idea to try Lamivudine on Ebola patients when he read in scientific journals that HIV and Ebola replicate inside the body in much the same way. “Ebola is a brainchild of HIV,” he said. “It’s a destructive strain of HIV.”” tradutor

Afirmou este “médico” que o “Ébola” é uma estirpe destrutiva do “VIH”…

MINHA ALMA ESTÁ PARVA!

Vamos lá então olhar com olhos de ver para a taxonomia que nós inventamos para os vírus “Ébola” e “VIH”

taxo_ebola_vs_vihAcham que vale a pena comentar mais?

Se acham então comentem…

Como é evidente o palhaço do Anthony Fauci deu logo o ‘Like’ na utilização da DROGA (LAMIVUDINA)… Mais LUCRO!

Mas vamos ao mais divertido! Avisos sobre esta DROGA fabulosa!

WARNING:

Lamivudine can cause serious, life-threatening side effects. These include lactic acidosis (buildup of lactic acid in the blood), SEVERE LIVER PROBLEMS, and pancreatitis (inflammation of the pancreas) in children at risk for pancreatitis.

O realce para “GRAVES PROBLEMAS DE FÍGADO”…

O nosso amigo “Ébola” o que faz?

“But the consequences are especially profound in the liver, where Ebola wipes out cells required to produce coagulation proteins and other important components of plasma.”

Mas as consequências são especialmente profundas no fígado, onde o Ébola elimina as células necessárias para produzir proteínas de coagulação e outros componentes importantes do plasma.”

Assim sendo, continuamos com a máxima

“ANTES MORRER DO TRATAMENTO QUE DA DOENÇA”

Cortesia do Complexo Mafioso e Homicida Médico-Farmacêutico

bushandfauci

Apenas mais um para se juntar ao Clube de “ASSASSINOS DESPORTIVOS” devidamente medalhados! A caça neste caso é que é ligeiramente diferente!

Anúncios

Autor: voza0db

Louco mas Pouco!

42 thoughts on “621…

  1. O tempo livre é tanto que já se teve de recorrer ao assunto recorrente. 😦
    Hoje estou bem disposto faço-te a vontade e nem vou apontar o obvio sobre a solidez do teu raciocínio e a tua capacidade intelectual.

    É mais fácil para a espécie humana meter homens na lua que explorar as profundezas do oceano, mas não prova com que o oceano não tenha fundo.

    É mais fácil por objectos em orbita que no núcleo terrestre, mas não prova que a terra seja oca.

    É mais fácil ler hieróglifos do que perceber “ler” as funções do DNA repetitivo, mas não prova que este não sirva para nada.

    É mais fácil alterar o genoma humano do que perceber a natureza de um pensamento, não significa que os pensamentos não existam… bem, no teu caso nunca fiando…

    Embora um vírus não seja tecnicamente vivo para se puder “tratar da saúde”, vê lá tu que meteram uma pessoa na lua 70 anos antes de uma projecção para se descobrir uma vacina para o HIV e até 20 anos de se descobrir esse mesmo vírus . Só pode significar uma coisa! Ele não existe! ou não provoca SIDA! ou não há SIDA! (Dependendo da vertente que defendes hoje.)

    Mas isso nem é o mais importante, a lamivudina nem sequer nunca foi utilizada isoladamente e em primeira linha para tratar o HIV para ser considera “HIV drug”, embora a tenhas apresentado como tal. Foi sempre usada em combinações com outros fármacos. Pior que isso, já raramente se usa! Tanto na terapêutica do HIV como na doença para a qual realmente foi bastante utilizada.

    Sabes qual foi? A hepatite B. Que tal como o ébola também não esta classificada nem perto dos retrovírus!

    Não vou estar a discutir as limitações das classificações taxonómicas, que não passam de uma tentativa de organizar o que na natureza existe independentemente desse esforço inglório humano de catalogar o caos, nem te vou falar que não existe só uma classificação taxonómica, nem da dificuldade de classificar vírus.
    O que te vou dizer é que a lamivudina actua preferencialmente numa enzima a chamada retrotranscriptase, que deu o nome aos retrovírus, pois todos os retrovírus a possuem, embora ()e atenção aqui) nem todos que a possuem sejam retrovírus! Como o caso do HBV que já falei. Mas mesmo essa preferência, não é o mesmo que exclusividade, pois se fosse exclusivo este fármaco só actuava nessa enzima viral e não provocava efeitos secundários, o que não é o caso, pois atua também nas enzimas que temos evolutivamente aproximadas nestas, com menos afinidade é certo mas também é bem menino de lixar as nossas transcriptases. O mesmo se aplica a todos os outros fármacos para todas as outras doenças, e explica grande parte dos efeitos secundários no gerql.

    Não conheço nenhum estudo da lamivudina no ébola, não me admiro que possa funcionar à falta de melhor, mas não é um artigo de jornal manhoso que me vai convencer. Mas mesmo a funcionar, não é isto que prova a inexistência do HIV, nem a lamivudida é uma “HIV drug”. Muito mais rápido é uma “HBV drug”, mas enfim, são pormenores que para alguém como tu não interessa nada. ^_^

    Gostar

    • ‘H’omo asinus…

      A tua capacidade circular é admirável!
      De resto a tua burrice genética manifesta-se a cada palavra que escreves. Não sabes ler, não compreendes o que lês, já nem refiro o raciocínio! E depois como é evidente disparas a escrever as burrices do costume! NADA DE ADMIRAR!

      Quanto à facilidade!

      Não fui eu que andei a afirmar que a “vacina do “VIH”” está aí ao virar do ano! São asnos e salafrários mafiosos – da mesma laia que tu – que andam a emitir essas tretas desde 1984!
      Como ao fim deste tempo todo só conseguiram matar animais (humanos e não-humanos) e desperdiçar recursos (muitos deles em benefício próprio) é perfeitamente natural assumir que é mais fácil com menos investimento construir um reactor de fusão que encontrar a milagrosa “vacina do “VIH””! É demais para um asinus… Eu sei 🙄

      Mas isso nem é o mais importante, a lamivudina nem sequer nunca foi utilizada isoladamente e em primeira linha para tratar o HIV para ser considera “HIV drug”, embora a tenhas apresentado como tal.

      A tua burrice cansa qualquer membro da minha espécie que esteja a ler isto!

      Se fores capaz aponta lá onde é que EU apresentei a droga como tal?
      Depois, novamente a burrice emerge, a droga é utilizada desde os primórdios da hipótese “O VIH é a causa da SIDA”! Começou a ser utilizada junto com a droga cancerígena AZT! A máfia da FDA aprovou o seu uso em 1995! Mas desde 1988 já os otários acéfalos a ingeriam como se fosse a salvação!
      Vires agora com essa habitual CONVERSA DE MAFIOSOS SALAFRÁRIO não cola!

      Pior que isso, já raramente se usa! Tanto na terapêutica do HIV” ‘H’omo asinus SEMPRE A BRILHAR 😆

      Dados de Novembro de 2014:
      Abacavir + Lamivudina: total de vendas €21.304.315 Peso Relativo: 10,5% Variação homóloga: 9,0%
      (sei que acabei de utilizar termos que essa tua capacidade intelectual decerto não é capaz de atingir o significado… PACIÊNCIA)

      É APENAS A QUARTA MAIS VENDIDA EM PORTUGAL!

      nem te vou falar que não existe só uma classificação taxonómica

      De facto! HILARIANTE! Pois a espécie ‘H’omo asinus, apesar de existente na REALIDADE, ainda está por ser devidamente reconhecida!

      nem a lamivudida é uma “HIV drug”

      De facto a “lamivudida” não é uma “HIV drug”, mas também não a conheço!

      Depois, Vai-te queixar a quem o afirma! E só um exemplo:

      NIH-USDHHS
      “In addition, the HIV drug, lamivudine, has also been used in some Ebola patients in Liberia, under the supervision of a Liberian physician. Cell culture testing of the drug is being conducted in the United States, and if promising, clinical trials could be performed.”

      Resumindo e concluindo…

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  2. Baseias metade do teu post na premissa que a lamivudina é uma “HIV drug”. Até apresentas o artigo de jornal como “Liberian Doctor Defends 3-5 Days Ebola Treatment With HIV Drug“. Percebo que possas estar um pouco senil, mas foste tu quem o escreveu. Foste tu que afirmas ríres-te por usarem uma “HIV drug” contra o ébola, como se fosse uma coisa disparatada.

    Mas o mais engraçado é que para ti ser a 4ª terapêutica usada é sinal que é muito usada!
    Esclarece-me lá, para ti o que faz da lalivudina uma “HIV drug” é, e usando os teus dados, ter um peso relativo de 10% na terapêutica do HIV e ser o 4ª ao qual recorrem? Não é o primeiro, nem o segundo, nem o terceiro, nem sequer no pódio está, acreditando nos teus dados. E mais, este fármaco, nesta situação, é sempre usado em terapia conjugada, ou seja, NÃO É USADA PARA O HIV ISOLADAMENTE. Consegues perceber o ridículo das tuas afirmações? Claro que não consegues porque és inerentemente limitado.

    Deixa de ser patético, que eu, ao contrario de si, sei o que estou a falar!

    Só alguém como tu acha que é legitimo basear toda a argumentação num artigo de jornal, que até citas de forma tendenciosa, e tentas com este artigo feito por leigos para leigos contrariar alguém que contacta com a realidade. Sabes o que isso é?

    É total ausência do ridículo e um completo desfasamento da realidade.

    Mas já que és muito bom a procurar coisas na net, pesquisa lá em relação ao HBV qual a importância da lamivudina. E no fim faz um favor aos teus leitores e partilha as conclusões sobre se é mais certo chamar a este fármaco “HBV drug” ou “HIV drug”.

    Ah e já agora, sabes qual o fármaco que também tem uma hepatotoxicidade muito elevada? O paracetamol! :-O será que é este fármaco que provoca ébola?! Será que provoca SIDA? U_U

    Gostar

    • “sei o que estou a falar!” 😆 😆 😆 😆 😆 😆

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  3. Estas com medo que te destape mais ainda a careca?

    ‘Escreve um pensamento… E não te preocupes com nada! Tens neste espaço liberdade total para escreveres o que te apetecer e como te apetecer! Sem restrições!”

    Desde que não te contradigam claro…

    Deixo-te a passagem que não soubeste ler, ou decidiste ignorar, para teres material para mostrares a tua ignorância. Uma afirmação do próprio médico africano, que esta no artigo que citas.

    ““When the patients come early, and they are put on this medication, they recover within three to five days. This medication is not specifically for HIV/AIDS, I want this to be clear, but an Anti Retrovirus agent that is used to treat other virus illnesses like hepatitis ‘B’. It is one of those medications that are combined with two or three other medications to treat HIV/AIDS, so it should not really be called an HIV/AIDS drugs,”

    Gostar

    • Ah GRANDE ‘H’omo asinus… Só mesmo um asinus para me fazer RIR 😆

      “Currently Approved Drugs for HIV:
      …Nucleoside/Nucleotide Reverse Transcriptase Inhibitors (NRTIs)
      Epivir* (lamivudine; 3TC), by ViiV Healthcare
      fonte

      LESTE asinus “Drugs for HIV” aka “HIV drugs”!


      HIV Treatment
      FDA-Approved HIV Medicines

      (Last updated 12/10/2014; last reviewed 12/10/2014)

      Nucleoside Reverse Transcriptase Inhibitors (NRTIs):
      lamivudine
      (3TC) Epivir November 17, 1995″ fonte

      “Recomendações Portuguesas para o Tratamento da Infeção por VIH-1 e VIH-2 2015

      Lamivudina (3TC) 10 mg/ml frs. 240 ml sol. oral 150 mg cp rpp Aprovado EMA/FDA > 3 M” fonte

      Se não tens capacidade de argumentar… Vai ruminar erva seca!

      Resumindo…

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

    • Estas com medo que te destape mais ainda a careca?

      ‘Escreve um pensamento… E não te preocupes com nada! Tens neste espaço liberdade total para escreveres o que te apetecer e como te apetecer! Sem restrições!”

      Desde que não te contradigam claro…

      O facto de seres um AUTÊNTICO ASNO A NÍVEL INFORMÁTICO apenas serve para aprimorares as características da tua espécie!

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  4. Admiro a forma como tu tentas forçar a realidade à tua opinião, chega a ser intrigante, um autentico caso de estudo.

    Já viste que é este fármaco não é utilizado nem em primeira linha, nem segunda nem terceira. Já viste que tem um peso relativo de 10%, ou seja, em cada 10 doentes em terapia apenas 1 usa este medicamento. Percebes a importância desses dados?!
    Acabas de mostrar que não são usados individualmente. Tu próprio fragilizas a tua posição, mas nem podia ser de outra forma que eu ao contrario de ti não tenho habito de falar de cor. Mas no fim de tudo e mesmo assim continuas a insistir que é um fármaco para o HIV e achar que que valida a tua posição porque leste em algum lado. Só mesmo de alguém de quem nao faz a minima ideia do que esta a falar.

    Mas és engraçado de tão pequenino que és. Continua, por favor, a tua estupidez é fascinante 😀

    Já procuraste lamivudina isoladamente sem ser associado a HIV?! Vá lá dinossauro guro da informática, tu consegues!
    Se calhar já o fizeste, mas não te fica bem admitires que eu tenho razão e que este fármaco é muito mais utilizado para o tratamento da hepatite B. Condição em que existem modalidades terapêuticas em que se usa isoladamente, em que se obtém com ele muito bons resultados e onde neste momento embora já não seja tratamento de primeira linha ainda é muito usado. Factores que só por si chegavam para afirmar, embora também erradamente, que é um fármaco para a hepatite B.

    Mas é como quiseres homenzinho ridículo, se achas que estas no bom caminho continua, que ainda me vou divertindo a tua custa. Podes achar o que quiseres, por teres lido na net, mas nenhum profissional de saúde que queira ser exacto vai afirmar que a lamivudina é um medicamento para o HIV. Portanto não, meu senhor este teu post é idiota e só mostra o quanto não sabes do que falas.

    Gostar

    • Ah espera, tu estas assumir como existem composições em forma de comprimido que apenas contêm este principio activo que este fármaco é utilizado de forma isolada. Lol

      É que as vezes esquece-me do quanto é disfuncional e fragmentado o teu raciocínio. Como grande conhecedor, que dizes ser, do HIV devias saber que a terapêutica é feita com esquemas combinados. Espero que não seja muito difícil para ti o conceito de tomar mais que um comprimido. Porque nenhum HIV+ toma apenas lamivudina como terapêutica. Percebes? Ou é melhor um desenho?

      Gostar

      • Já respondes a ti próprio… ASNO?

        ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

        “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

        “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

        Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

        Gostar

    • ASNO sempre a brilhar!

      Admiro a forma como tu tentas forçar a realidade à tua opinião, chega a ser intrigante, um autentico caso de estudo.” o espelho para onde estás a olhar não está a reflectir a minha pessoa, mas sim o teu animal!

      Já viste que é este fármaco não é utilizado nem em primeira linha, nem segunda nem terceira. Já viste que tem um peso relativo de 10%

      A tua BURRICE já cansa!

      A característica de um asinus é debitar tretas sem saber do que está a falar! O peso relativo referido é respeitante ao volume de vendas expresso em EUROS! Não compreendes? Deixa lá… Quando te transformares em adubo de fraca qualidade serás mais útil!

      Percebes a importância desses dados?!” só me resta 😆 😆 😆 😆 😆 ASNO!

      Acabas de mostrar que não são usados individualmente.

      Ó asinus… Não desconverses! A lamivudina foi utilizada isolada no caso que referi na mensagem! Já sei que os animais da tua espécie não são capazes de se focalizar no assunto em debate… Divagam como se estivessem em migração!

      continuas a insistir que é um fármaco para o HIV e achar que que valida a tua posição porque leste em algum lado

      E continuas a marrar asinus! Não sou EU que insisto! São as tuas queridas igrejas – entidades – que o afirmam!

      Mas a tua posição é deveras esclarecedora do mafioso homicida que de facto és. Portanto para a sua suprema burrice a lamivudina NÃO É UMA DROGA PARA O “HIV”, mas é prescrita como TRATAMENTO PARA O “HIV”, é referenciada pelas igrejas reguladoras como fármaco “HIV” para para o ‘H’omo asinus tudo isto não importa. Os que as agências como a FDA, CDC e outras publicações científicas escrevem NÃO INTERESSA PARA NADA!

      Assim sendo não sei porque raio acreditas no que eles escrevem sobre o “VIH” e a sua hipotética relação com a imunodeficiência?
      Também leste nalgum lado foi, asno?

      Mas também já ficamos a saber que afinal nem para a hepatite b a lamivudina está associada!

      mas nenhum profissional de saúde

      Vamos lá aos nomes dos aldrabões tugas que andam a enganar a MANADA:
      Cristina Guerreiro (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      Isabel Aldir (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      Joaquim Oliveira (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      Kamal Mansinho (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      Laura Marques (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      Luís Mendão (Forum Nacional da Sociedade Civil para o VIH)
      Manuela Doroana (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      Ricardo Camacho (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      Rui Sarmento e Castro (Conselho Científico PNI VIH/SIDA) Sónia Dias (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      Teresa Branco (Conselho Científico PNI VIH/SIDA)
      António Sarmento
      Fernando Maltez
      Francisco Antunes
      José Malhado
      Saraiva da Cunha
      ALDRABÃO CHEFE
      António Diniz

      Portanto não se preocupem! A lamivudina não é uma droga para o “VIH”, mas vão tomá-la na mesma… Faz quase o mesmo efeito que a aspirina! Mas não usamos esta porque dá menos lucro!

      E para terminar que já desperdicei tempo demais com um animal asinus

      Lamivudina… Vê lá se ao menos aprendes a escrever o nome da droga em condições! Não é nem “lamivudida”, nem “lalivudina”… OK ASNO asinus?

      Quanto às milagrosas vacinas para o “VIH”, tenho a impressão que também não serão para o “VIH”! NADA é para o “VIH”!

      Agora sim…

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

      • “Assim sendo não sei porque raio acreditas no que eles escrevem sobre o “VIH” e a sua hipotética relação com a imunodeficiência?
        Também leste nalgum lado foi, asno?”

        Sim, li na faculdade e depois vi com os meus próprios olhos o “dogma”, como tu lhe chamas, a funcionar analiticamente, laboratorialmente e semiologicamente. E tu? Onde viste inegavelmente e em primeira mão a confirmação do que para aqui dizes?!

        O melhor que tens não passa de fé cega, ao modo dos verdadeiros extremistas!
        Não conheces ninguém HIV+, nunca viste ninguém com SIDA, nunca viste as analises clinicas o “antes” e o “depois” das terapêuticas, mas estas capaz de defender essa posição que não é tua até as ultimas do patético.

        Afinal quem é mais seminarista aqui? Aceita o meu desafio antigo seu velho arrogante, sai do sofá! Vai ver o mundo real!

        Gostar

        • Ó ‘H’omo asinus…

          Primeiro que tudo, tens de comunicar quem é que os teus (infelizes) progenitores tiveram de subornar para que tivesses entrado na faculdade, e pior que tudo, concluir o suposto curso!

          CHEIRA A FRAUDE esse suposto canudo… És amigo do José e do Miguel, és?!

          Segundo, como manifestamente tens uma capacidade limitada para compreensão do texto escrito, não acredito que na realidade compreendas metade daquilo que supostamente afirmas ler!

          Abanas a cabeçorra, esfregas o queixo, debitas a propaganda que recebes via fax, emites prescrições e recebes os cheques e vales de viagem e amostras grátis! E está feito!

          De facto não conheço ninguém com “HIV+” pelo simples facto de que hoje NÃO HÁ PROVAS CIENTÍFICAS VALIDADAS DA EXISTÊNCIA DE TAL AGENTE VIRÓTICO!

          Depois, na REALIDADE, é impossível existir alguém com “VIH”! Pois se no país ‘A’ são dados como “VIH-“, depois de uma semana, vão para o país ‘B’ e neste já são “VIH+”… Assim NÃO DÁ!

          E basta tão só e apenas regressar ao país ‘A’ e voilá… CURADO DO “VIH” do país ‘B’…

          VIVA A “CIÊNCIA” do dogma “O VIH é a causa da SIDA”!

          Mas estes simples factos para um mafioso homicida como tu, asinus, não importam nada!

          DINHEIRO (LUCRO) É O QUE TE GUIA!

          Quanto a pessoas com imunodeficiência, conheço algumas! Ou não sabem, ou não têm condições, ou estão-se a marimbar para o organismo… E como tal, AZAR… Imunodeficientes!

          Quanto à tua propaganda mafiosa e homicida de “”terapêuticas” do “antes” e “depois”” escusas de vir pregar a reza dogmática por aqui…

          Já TODOS os que por aqui passam sabem que a DROGAS para o “VIH” (que afinal não são para o “VIH”) não servem para terapêutica NENHUMA!

          São boas para gerarem LUCRO e MORTE. NADA MAIS!

          ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

          “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

          “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

          Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

          Gostar

          • É perfeitamente natural medires as pessoas pêlos teus padrões, mas eu não tenho necessidade nenhuma de me fazer passar pelo que não, aquilo que te digo, diz-te alguém informado e não resulta só da literatura como as tuas posições, embora tenha queimado muita pestana.
            Mas de fraude percebes tu. Se realmente conhecesses alguém com SIDA a tua postura seria seguramente bem diferente. Não tens de acreditar no que eu digo só por si, mas podes procurar ver pêlos teus olhos. Faz um voluntariado num hospital, fala com as pessoas, torna-te útil e vê a realidade. Garanto-te que mudas a tua posição num instante.

            Pena é que não passas de um velho sozinho, arrogante e inútil nunca o iras fazer, é para ti preferível continuar de cu sentado a resmungar umas tolices sobre o que não compreendes.

            Gostar

            • “pêlos” 🙄

              ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

              “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

              “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

              Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

              Gostar

              • Nem sempre as novas tecnologias nos ajudam, e o corrector automático é das mais criticas. Mas é sempre bom ver esses exemplos de maturidade. Porque será mesmo que és um velho amargo e solitário? Esses mistérios insondáveis!

                Gostar

                • 🙄 Esse cabrão do corrector automático!

                  “Vou-lhe prescrever umas drogas que não te vão fazer nada bem… Mas atenção!
                  A culpa não é minha!
                  A culpa é dos gajos do PNVIHSIDA/DGS/SS… Ok?
                  Eu limito-me a seguir as instruções que recebo via fax!
                  É o sistema que temos… Não é culpa minha!”

                  Próxima visita que o veterinário te fizer pede-lhe para te aparar os pêlos em redor dos olhos!

                  ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

                  “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

                  “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

                  Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

                  Gostar

                  • É isso, tens toda a razão, o único problema é que os fármacos resultam, o que é uma grande chatice, para ti obviamente, que não passas de um idiota que sabe ler. Para os doentes as melhoras são evidentes, e para as farmacêuticas, pois bem são terapêuticas para a vida toda…
                    Como um gajo informado que és com certeza que deves saber que a tua posição já foi testada na africa do sul, que teve um ministro negacionista há uns anos. Podes aproveitar e mostrar no reu próximo post os resultados da aplicação pratica do que tanto defendes. Metes umas imagens bonitas e isso.

                    Gostar

                    • Pois é… Os pêlos nos olhos do ‘H’omo asinus não permitem que o animal mafioso e salafrário e homicida vislumbre a REALIDADE!

                      E a REALIDADE é que nos últimos relatórios publicados sobre a suposta eficácia da “terapia” HAART continuamos a CONSTACTAR O FACTO INEGÁVEL QUE A IDADE MÉDIA DOS QUE MORREM DE SIDA É ENTRE OS 35 e 45 ANOS (dados até 2004). E segundo o relatório mais recente, de 2014, esta continua a ser a região etária onde mais mortes ocorrem!

                      O QUE NÃO DEIXA DE SER DEVERAS ESTRANHO POIS A PROPAGANDA DOS CRENTES NO DOGMA “VIH é a causa da SIDA” é que “A terapia HAART prolonga a vida”…
                      “HAART prolongs life, but persistent obstacles make it unavailable to most and a stopgap for many”… Que sorte têm os “unavailable”!

                      Ora se “prolonga a vida” conforme reza a crença dogmática, então porque raio continuam todos a morrer até aos 45 anos de idade? DEVIAM ANDAR A QUINAR LÁ PARA OS 60/70 ANOS? Isto é, os que andam a intoxicar-se com drogas HAART não deviam andar a morrer até aos 45 anos!

                      Ó ‘H’omo asinus… A tua cassete está absolutamente desactualizada da REALIDADE, e como todas as cassetes idênticas, só têm uma única utilidade: FAZER O PESSOAL DIVERTIR-SE E DAR UMAS BOAS RISADAS À CONTA!

                      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

                      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

                      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

                      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

                      Gostar

  5. Já cá faltava o: “quem o diz é quem o é”. Quantos anos tens mesmo?

    Vou-te explicar devagarinho.

    A Lamivudina é uma análogo nucleosídeo, com especificidade para a retrotranscriptase que é uma enzima comum tanto no HIV como na hepatite B, mas com importantes diferenças no ciclo de vida de cada um destes virus. Se não conheces nenhum destes conceitos informa-te!

    Mais uma vez, a lamivudina não é um HIV drug, nem é um HBV drug, é um inibidor da retrotranscriptase, que estes dois vírus possuem. Mas sempre teve mais importância no tratamento da hepatite B, e se queres falar de forma lata, e construir um post baseando-te numa posição de leigo, então chama a este fármaco “um medicamento para a hepatite B”, por todas as razões que já referi atrás!

    Agora vem a parte ridícula de tudo isto. Estares a fazer metade de um post sustentando que existe uma conspiração em relação ao HIV, porque alguém se lembrou, seguindo dados moleculares, de tentar usar um dos medicamentos que é usado na sua do HIV sempre de forma combinada com outros e que não é sequer dos mais utilizados, para tratar o ébola. Apresentando esse mesmo medicamento como um fármaco inútil, sem nenhuma efeito a não ser os secundários e a toxicidade, e sugerindo no alto da tua ignorância que ainda vai piorar a situação:

    “WARNING:

    Lamivudine can cause serious, life-threatening side effects. These include lactic acidosis (buildup of lactic acid in the blood), SEVERE LIVER PROBLEMS, and pancreatitis (inflammation of the pancreas) in children at risk for pancreatitis.

    O realce para “GRAVES PROBLEMAS DE FÍGADO”…

    O nosso amigo “Ébola” o que faz?

    “But the consequences are especially profound in the liver, where Ebola wipes out cells required to produce coagulation proteins and other important components of plasma.”

    “Mas as consequências são especialmente profundas no fígado, onde o Ébola elimina as células necessárias para produzir proteínas de coagulação e outros componentes importantes do plasma.”

    É uma estupidez de todo o tamanho, até para ti!

    Chegas até, e repara que muito me ri nesta, a sustentar isso com a utilização da taxonomia para justificar que essa posição acéfala (brilhante ahahah). Ignoravas tu que esse mesmo medicamento é mais usado no tratamento da hepatite B, que ainda esta classificado taxonomicamente mais longe do HIV que o ébola.

    Seguindo a tua logica o mesmo que dizer que a hepatite B não existe, ou que é provocada pela lamivudina e que esta é usada para nessa condição para lucro e para rentabilizar um fármaco que foi desenvolvido para o HIV, que não existe por sua vez. E pior é um fármaco que apresenta bons resultados num vírus que ataca precisamente o fígado! Eh lá o tamanho desta conspiração, se calhar também forjaram os dados do tratamento da hepatite B com lamivudina só para teres razão em relação ao HIV, ou para tornar este medicamento que não serve para nada (pois o HIV não existe) rentável. Já percebeste o quanto és ridículo ou queres que continue? Se calhar a própria noção de vírus é uma fraude! Ou de genética, ou de bioquímica! É tudo uma grande conspiração! Não existem nada disso, só a tua incapacidade de as compreender, que se sobrepõe a tudo o resto, qual buraco negro intelectual!

    Em relação à previsão da vacina, o que isso prova? Cada um é livre de dar a previsão que quiser. O HIV não é o único vírus ou bactéria para a qual ainda não se conseguiu desenvolver uma vacina, será que também eles não existem, por essa simples razão? Não parece pois não?

    Estas tão desesperado por falta de argumentos que precisas de usar lapsos de escrita em duas das dezenas das vezes que escrevi lamivudina? Ai ai, que triste meu caro senhor! A utilização da lamivudina no HIV deve estar bem próxima dos 10%, utilizei os teus dados que foram colocados sem referencia e sem contexto, não tenho maneira de saber se o peso relativo é do lucro, das prescrições ou do peso do comprimido.

    Ainda na semana estive a consultar uma citometria de um doente com SIDA antes e depois de iniciar tratamento, não com lamivudina, e repara que digo SIDA, e não é que o raio dos dados analíticos teimaram em mostrar uma duplicação nas cd4+? Estranha coisa numa condição que segundo tu é resultante desses mesmo medicamento. Tal pena de não poder trazer esse simples caso para fora do hospotal . Mas deve haver milhentos dados desse pela net fora, procura! ( e ja agora se não sabes o que é uma citometria informa-te)

    Já te disse isto varias vezes, leres meia dúzia de merdas sobre o HIV não faz de ti um virologista nem um medico, nem merda nenhuma. Não passas de um triste com muito tempo livre.

    Gostar

    • de tudo o que vomitaste esta é a única que se aproveita
      “não tenho maneira de saber se o peso relativo é do lucro, das prescrições ou do peso do comprimido.” típico de ‘H’omo asinus! Não sabes, mas vomitas sempre uma lenga-lenga digna de salafrário mafioso.

      Para quem anda por aqui sempre armado em sabichão não saber escrever o nome da droga é deveras divertido!

      Infelizmente para ti asno asinus há mais Seres Humanos como eu que sabem o que Homicidas como tu andam a fazer! Infelizmente a maioria da MANADA anda distraída por demais! Caso contrário já estavas a servir de troféu na parede de um qualquer caçador.

      Como continuas a manifestar a incapacidade de ler, compreender e raciocinar já nem perco mais tempo!

      Quanto ao resto do vómito aqui despejado… Nada de significativo! Sempre a mesma treta! E duvido que ‘H’omo asinus perceba disto 0,00001%! Tudo tretas.

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  6. No meio de tanta ignorância que transpiras só te resta mesmo contentares-te com os meus 2/20 lapsos de escrita no nome do fármaco. Fico feliz por ti 😉

    Quanto ao resto, ainda vai chegar o dia que o que escrevo não possa ser validado. Já tu, com essa do ébola não esta classificado taxonomicamente perto do HIV, logo não pode ser tratado com lamivudina logo o HIV não existe, ou da irradicação das lombrigas leva a uma baixa dos leucócitos, o que se traduz na redução da carga viral = medicamento das lombrigas cura a SIDA …e outras perolas que tais é só mesmo para enganar os pamonhas.
    Mantém-te pela experimentação animal e pelos crimes ambientais, ai não precisas de usar o intelecto basta mostrares umas fotos e não há como ficar mal visto.
    Porque se há coisa que és bom é nisso, a mostrar imagens, de resto és oco como um castanheiro velho.

    Gostar

  7. Para alguém que se acha tão capaz, devias saber que os artigos científicos e os dados estatísticos não se podem analisar parcialmente e sem o contexto. Talvez o resto da informação que acompanha essa tabela não te interesse mostrar…

    Ah espera esqueci-me que tu é só informação em segunda mão e que era assim que o outro site apresentou a informação… ai ai menos um ponto para esse sentido critico que tanto queres fazer transparecer o que tens.

    Mas usando essa tua tabela e esse dado fidignissimo que é a mediana, podemos ver que a nos 80´s a diferença entre a mediana no momento em que os doentes se apresentam com SIDA (AIDS) (e repara que não é desde que são diagnosticados com HIV+, é mesmo quando já tem os sinais e sintomas da sindrome, com imunosupressão comprovada cd4+ abaixo de 200 e esses estigmas todos ou seja quando já estão em fase terminal da progressão da doença pois isso é que é AIDS) e a mediana da morte, chega a ser 1 mês sendo que nos últimos dados chega a ser 5 anos. Portanto interpretando os dados a bruto e fazendo a má ciência que é a única que percebes, os doentes vivem em mediana mais 5 anos do que nos 80’s, após apresentarem os estigmas da SIDA.

    Estranhos dados esses, que embora valham o que valham isolados, não se deveria estar a observar um aproximadamente das duas medianas? Então o único que foi evoluindo nestes anos foi a terapêutica, e se é essa terapêutica tão nefasta como dizes, que chega até, segundo tu, a provocar, a agravar e a acelerar a progressão da doença, que causam os próprios sintomas que são conotados com a SIDA, não esses dados são um contra-senso assim?! Não deveriam aqueles que tomam a terapêutica no momento que entram em SIDA estarem tão intoxicados que deveriam morrer instantaneamente? Ou estas a dizer-me que sem os medicamentos a progressão da fase terminal da infecção com HIV vulgo SIDA durava menos de 1 mês e agora com os toxicos que a provocam pode durar como mediana 5 anos?! Muito estranho mesmo esses dados. Ou tu além de não saberes interpretar os dados que tens a frente e confundires constantemente SIDA com HIV+ e fragmentares a tabela do contexto, também fragmentas os dados que lá estão?! Será algum tipo de cegueira parcial que tens?

    Gostar

  8. Queres um estudo populacional que te fala realmente daquilo que estas afirmar lê este.

    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18657708

    Gostar

  9. Para uma pessoa diagnosticada aos 20 anos como HIV+, para o mesmo período da tua tabela despernada, tens uma expectativa MÉDIA de vida de aproximadamente 50 anos para quem usa os fármacos! Percebes a diferença? Pois claro que não percebes não está nos teus sites onde vais comer a informação moída.

    Gostar

  10. No Uganda

    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21768555

    Na Africa do Sul

    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23585736

    Não é só nos países ricos que funcionam. E repara que todos os estudos têm em conta os factores de enviesamento. Não são uma tabela caída do seu, que nem a foste capaz de interpretar.

    Vai-te catar, aprende a interpretar o que lês e aplica esse sentido crítico que dizes que tens. Volto a dizer, procura a realidade e não te escondas atrás de informação em segunda mão que não sabes o transpor para a realidade.

    Gostar

    • O desespero do ‘H’omo asinus está a começar a facilitar a infecção do cérebro pelo “VIH”! Cuidado asinus… Cuidado

      “Estimates of mortality were obtained by linking patient records to the national population register. Relative survival models were used to estimate the excess mortality attributable to HIV by age, for different baseline CD4 categories and different durations.”

      MUITO PRECISO, DADOS DO MELHOR… SEM DÚVIDA ALGUMA! Além de que como se pode confiar em estudos e dados de países como Uganda, e África do Sul… Ainda são piores que a Índia 🙄

      Toma lá mais umas drogas…

      “RESULTS:
      The proportion of heterosexually infected patients increased from 20% in 1995-96 to 47% in 2002-03, and the proportion of women from 16% to 32%. The median CD4 cell count when starting HAART increased from 170 cells per muL in 1995-96 to 269 cells per muL in 1998 but then decreased to around 200 cells per muL. In 1995-96, 58% achieved HIV-1 RNA of 500 copies per mL or less by 6 months compared with 83% in 2002-03. Compared with 1998, adjusted hazard ratios for AIDS were 1.07 (95% CI 0.84-1.36) in 1995-96 and 1.35 (1.06-1.71) in 2002-03. Corresponding figures for death were 0.87 (0.56-1.36) and 0.96 (0.61-1.51).

      INTERPRETATION:
      Virological response after starting HAART improved over calendar years, but such improvement HAS NOT TRANSLATED into a decrease in mortality.

      “HIV-associated neurocognitive disorders (HAND). The disorders, which strike more often in HIV patients over age 50, can result in cognitive impairment, mild to severe, making everyday tasks a challenge.”

      Vês asinus… CUIDADO! Tu que és “VIH+” já estás a descambar feio!

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  11. Estaria desesperado se toda a minha vida rodasse a volta de um blog de teorias em segunda mão e necessitasse de me sujeitar ao mais ridículo das posições acéfalas por atenção, aí sim…

    Mas como qualquer semelhança com personagens da blogosfera é a mais pura das coincidências com a descrição anterior vamos lá a isto.

    “Estimates of mortality were obtained by linking patient records to the national population register. Relative survival models were used to estimate the excess mortality attributable to HIV by age, for different baseline CD4 categories and different durations”

    Portanto para ti pegar num grupo de doentes HIV+, e comparar a mortalidade neste grupo com um grupo populacional geral, da mesma faixa etária e com as mesmas características é ser pouco preciso?
    O que é para ti precisão, não ter grupo de controlo? Considerar a esperança media de vida para esse grupo de HIV+ na altura do seu nascimento e fazer a diferença? É não considerar a esperança media de vida da população em geral?

    Ou a falta de precisão está no próprio calculo desta estimativa? É no terem usado os dados estatísticos de mortalidade de uma população HIV+ de diferentes grupos etários, apos acompanhamento durante 5 anos e com isto estimar a esperança de vida de doentes HIV+, tendo em conta a sua contagem de CD4 inicial? Não será este o mesmo principio que se usa para estimar a esperança de vida na população geral? Comparar dados de mortalidade de uma população por classes etárias e inferir uma estimativa… se calhar também te devias revoltar com a falta de precisão destes dados. Ou com a inerência de uma estimativa, ser exactamente isso, uma estimativa o que não implica que os métodos para a calcular não sejam validos.

    Os trabalhos científicos se forem bem construídos, utilizarem as ferramentas estatísticas certas e correctamente, se considerarem os dados de enviesamento e poderem ser validados e reprodutíveis, tanto podem ser feitos no pais mais rico como o mais pobre. Os métodos usados na recolha e tratamento de dados estão no artigo para se os quiseres ler. Ler o abstract não basta, meu caro senhor!
    É muito diferente de estar a confiar no controlo virológico dos concentrados de eritrócitos para transfusões em países como a índia, e afirmar que um virus apareceu milagrosamente num doente com SIDA que por acaso foi transfundido, mas que mas toda a gente se nega assumir responsabilidade e tenta empurrar responsabilidades para o próximo, se para ti é a mesma situação é lá contigo.

    Essa conclusão não é deste artigo que referes nem de nenhum que eu passei o link, menos um valor para a tua própria precisão. De qualquer forma na discussão desse artigo em que apresentas parte do abstract estão uma serie de explicações para essa observação.

    Gostar

    • Manipular dados, números, aldrabar estudos é o dia-a-dia da máfia de salafrários do crentes no dogma “O VIH é a causa da SIDA” pois só assim conseguem ajustar a doentia ILUSÃO à REALIDADE!

      “Virological response after starting HAART improved over calendar years, but such improvement HAS NOT TRANSLATED into a decrease in mortality.

      Curiosamente – mas nem por isso – para quem debita por aqui tanta verborreia salafrária, sempre que um trabalho não interessa À TUA TRETA, ou nem referes, ou então simplesmente debitas o que aqui acabaste de debitar!

      “HIV-associated neurocognitive disorders (HAND). The disorders, which strike more often in HIV patients over age 50, can result in cognitive impairment, mild to severe, making everyday tasks a challenge.”

      Vês asinus… CUIDADO! Tu que és “VIH+” já estás a descambar feio!

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  12. Curioso quando tu apenas referes dos três estudos que apontei, que podiam ser muitos mais, aquele que para ti era mais frágil por se basear em dados do Chade. Interessante essa tua posição. Mas tens razão sempre que um trabalho não interessa debitas o que debitas. Ainda pior, sempre que és confrontado com as tuas limitações interpretativas perdes a capacidade de te auto observar e acusas-me daquilo que tu fazes escandalosamente.

    Mas caso não tenhas percebido eu não descartei o estudo que tu referiste, apenas apontei que devias ter disponibilizado a hiperligação e que devias ter realmente lido o artigo e não apenas o abtract (resumo). Porque eles na discussão apontam várias causas para que isso que referes aconteça. Mas em lado nenhum desse mesmo artigo dizem que os fármacos são ineficazes ou que os riscos suplantam os benefícios.

    Fragmentar estudos e apenas valorizar o que está de acordo com aquilo que tu queres acreditar não é boa ciência é só estupidez.

    Gostar

    • ‘H’omo asinus…

      Que responsabilidade tenho EU no facto de tu – asinus – dares referências de estudos “frágeis”, sejam eles do Chade, da África do Sul, do Uganda, et cetera?

      Os estudos apenas reflectem a fragilidade de uma teoria sem qualquer fundamento científico e que vai apenas sendo alimentada por invenções estatísticas, algoritmos, engenharia matemática e “smartphones”!

      Vai lá pastar mais um pouco…

      “HIV-associated neurocognitive disorders (HAND). The disorders, which strike more often in HIV patients over age 50, can result in cognitive impairment, mild to severe, making everyday tasks a challenge.”

      Vês asinus… CUIDADO! Tu que és “VIH+” já estás a descambar feio!

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  13. Os estudos não são frágeis, os teus argumentos é que são tão fundamentados que se limitam ao tentar descredibilizar dados baseando unicamente no seu local de origem.

    Mas tudo bem, cada idiota com a sua mania. Tu tens esta, e é a que ainda dá algum movimento, pouco, a este pardieiro a que chamas blog. Portanto continua, que vai e não vai vou-me rindo com a tua estupidez. 😀

    Ah e mais uma coisa, estava tão distraído a ler a discussão daquele teu artigo que usaste para “contrapor” os que apresentei, aquele teu ultimo tiro no pé sabes? Aquele que foste ler aos teus sites em fazem reciclagem de carne mastigada! Oh, tu sabes!
    E não é que a primeira coisa que eles afirmam é que estão a estudar os efeitos a curto prazo! É que além de nunca afirmarem aquilo que tu querias que afirmassem, o estudo nem sequer foi desenhado nem pretendeu estudar aquilo que “tu” concluíste, em segunda mão claro.

    Pequenos pormenores nessa posição de bases solidas que tu tens. Quetiapina é capaz de ajudar no teu caso.

    Gostar

    • ‘H’omo asinus

      Sempre na vanguarda da sua espécie!

      “… é que são tão fundamentados que se limitam ao tentar descredibilizar dados baseando unicamente no seu local de origem. ”

      Ainda outro dia o asinus zurrava assim,

      “Mas sim, se tu confias no controlo transfusional da India eu não confio.”

      Nem no da Índia, nem dos EUA, nem do da Europa, e já agora nem no de Portugal!

      Quando o sistema está infestado de mafiosos homicidas e asinus como TU… Apenas quero distância!

      “Há dois familiares das vítimas contaminadas com o vírus da sida, por causa do factor VIII proveniente do laboratório austríaco Plasmapharm Sera – lote 810536 – que vão continuar a clamar por justiça e que contam com o total apoio da Associação Portuguesa de Hemofílicos.

      -… mandar-mos fazer análises cegas, na Áustria, a um dos lotes do Factor VIII, concretamente o n.º 81 05 36. E em Novembro de 1986, um instituto estatal da Áustria responde-nos que o Factor VIII, que estava a ser utilizado em Portugal, tinha anticorpos do vírus da SIDA. Informámos logo a drª Leonor Beleza. Mesmo assim, o Factor VIII desse lote continuou a ser utilizado até se esgotar – eram para vir 1500 frascos, mas só chegaram 500 a Portugal – em 1987. Não foi retirado dos hospitais.

      E TUDO ISTO FEITO COM A COLABORAÇÃO DE MAFIOSOS HOMICIDAS COMO TU QUE APENAS SABEM LER OS FAX E CUMPRIR O QUE LÁ VEM ESCRITO!

      Vai lá pastar…

      “HIV-associated neurocognitive disorders (HAND). The disorders, which strike more often in HIV patients over age 50, can result in cognitive impairment, mild to severe, making everyday tasks a challenge.”

      Vês asinus… CUIDADO! Tu que és “VIH+” já estás a descambar feio!

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  14. Acho esta tua ultima resposta curiosíssima, não porque haja qualquer novidade quanto à indefinição da tua própria postura, mas por não conseguires perceber o contra-senso do que escreves.

    Este caso remonta há mais de 28 anos atrás, acredito que com a senilidade pareça pouco tempo mas não é. As coisas eram muito diferentes, muito mudou em Portugal e no mundo. Estares a sugerir que o controlo de material biológico em Portugal de agora é sequer comparável ao da India com base no que se passou há uma geração atras é no mínimo estupido. Principalmente porque precisamente esse caso é um marco para que o controlo se tenha tornado muito mais apertado por cá.

    Ainda para mais é bom lembrar que isto aconteceu 5 anos após ter sido avançada a hipótese do HIV+ ser a causa da SIDA, numa altura onde a internet não passava de ficção cientifica e os telefones estavam presos a parede, Portugal tinha acabado de entrar na união europeia e trazia um atraso de desenvolvimento de cerca de 30 anos em relação à europa central. Agora vem a parte interessante, tendo em conta este contexto histórico, nessa altura existe uma forte possibilidade de a malta que chamas mafiosos assassinos partilharem exactamente a mesma posição que tu partilhas hoje, incluindo a própria Leonor Beleza que só podia estar muito séptica em relação ao HIV e à SIDA para não mandar para o lixo um lote de milhares de escudos. Não por serem estúpidos, ao contrario de ti, mas por desinformação sobre um entidade de que pouco se sabia neste pais de brandos costumes, ou casmurrice que nos é bem típica e tu és o exemplar perfeito do extremo levado ao ridículo. Afinal de contas era uma teoria recente e apenas semi-aceite na época. Portanto são enormes as probabilidades de essa malta que chamas mafiosos assassinos terem agido, neste caso que apresentas com tanta exaltação, exactamente e repara agora na ironia disto tudo, por defenderem a mesma teoria que TU PROPRIO.

    Mas agora o contra-senso, como é que tu podes chamar assassinos criminosos a alguém por terem facultado material biológico a hemofílicos com HIV, quando segundo tu o HIV ou não existe ou é inócuo? Segundo a tua teoria as pessoas que receberam este lote nem sequer deveria ter dado por ela, deviam ter durado ainda uns bons anos, ter recebido com alguma sorte um rim novo e estar ainda hoje entre nós… mas não foi o caso pois não? Já conseguiste ver a até que ponto és idiota?!
    Um lote infectado com um vírus que não existe causou a morte de 23 pessoas, com vejamos… SIDA! Ainda tens tu, que não acreditas na relação HIV/SIDA, a lata de chamar nomes aos profissionais da altura, por terem agido exactamente como tu agirias hoje e como tu queres que se continue agir! Afinal de contas HIV não existe!!

    A pessoa responsável por isto acontecer foi acusada judicialmente e safou-se por um furo na justiça que considerou o caso prescrito. Mas não é isso que te indigna, não! Esta pessoa que muito provavelmente defendia na altura a mesma posição que tu defendes hoje, ou pelo menos era séptica quanto ao “dogma” HIV/SIDA, tal como tu és. E no entanto por causa delamum lote com HIV provocou a morte de 23 das 35 pessoas que o receberam, com SIDA. Portanto tens toda a razão houve aqui um crime, um crime de subestimar as provas existentes na altura um crime que tu próprio perpetuas, sim mafioso assassino no meio disto tudo és TU próprio!

    O teu afastamento da realidade é tão profundo que nem sequer consegues ver o quanto te contradizes. Tenho mesmo muita pena que os teus 5 leitores já não se interessem por esta discussão porque realmente prova maior de que não fazes a mínima ideia do que estas a falar não poderia haver!

    “Mental illness e mais não sei o que também para ti idiota!”

    Gostar

    • Lapso meu 35 pessoas receberam o lote, 23 morreram existindo certidões a confirmarem a SIDA e 12 estão infectadas com o vírus na altura que foi escrito o artigo, que ao teu bom estilo, fragmentas com os bocados que te interessam, mas não disponibilizas a hiperligação. Mas aqui está.

      http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/portugal/detalhe/leonor-beleza-e-responsavel-por-23-mortes-de-hemofilicos.html

      “mental illness e mais não sei o que és como um cepo”

      Gostar

      • “certidões a confirmarem a SIDA” 😆 😆 😆 😆 😆 😆 😆

        Se quiseres passo-te uma a certificares que és ‘H’omo asinus – O ÚNICO DA ESPÉCIE! Pelo menos para já!

        “HIV-associated neurocognitive disorders (HAND). The disorders, which strike more often in HIV patients over age 50, can result in cognitive impairment, mild to severe, making everyday tasks a challenge.”

        Vês asinus… CUIDADO! Tu que és “VIH+” já estás a descambar feio!

        ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

        “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

        “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

        Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

        Gostar

    • Blá blá blá… Nada de novo!

      Siga…

      “HIV-associated neurocognitive disorders (HAND). The disorders, which strike more often in HIV patients over age 50, can result in cognitive impairment, mild to severe, making everyday tasks a challenge.”

      Vês asinus… CUIDADO! Tu que és “VIH+” já estás a descambar feio!

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  15. A tua falta de maturidade é lendária. Dás um enorme tiro no pé, acusas de negligencia e chamas assassinos aos profissionais que deram factor VIII (que aposto nem fazes a mínima o que é) infectado com HIV, um vírus que tu dizes não existir ou ser inócuo e tudo o que tens a dizer ao ser confrontado com isso é “BLA BLA BLA”. 😀

    És tão ridículo que chegas a meter pena. Continua o bom trabalho a fazer-me rir com a tua estupidez. És um autentico auto troll… epa de rir! 😀

    Gostar

    • ‘H’omo asinus…

      Estás urgentemente a necessitar de ir ao ferreiro!

      Blá Blá Blá pois como é evidente! Só debitas meia dúzia de estupidezes e esperas que perca o meu tempo a responder!

      Mafiosos homicidas seguidores de fax’s MATARAM e continuam a MATAR pessoas… TODOS OS ANOS! Cá em Portugal enquanto os otários esperam nas salas e corredores dos hospitais os mafiosos e homicidas estão-se a divertir a ver vídeos no facebook e a fazer “like’s”!

      Quando não estão a fazer coisas deste género, andam a prescrever drogas tóxicas e letais a idiotas!

      Continua o EXCELENTE TRABALHO… Seu mafioso homicida! A ministra das finanças agradece-te sem dúvida nenhuma.

      “HIV-associated neurocognitive disorders (HAND). The disorders, which strike more often in HIV patients over age 50, can result in cognitive impairment, mild to severe, making everyday tasks a challenge.”

      Vês asinus… CUIDADO! Tu que és “VIH+” já estás a descambar feio!

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  16. Puff é isso que tens de dizer em tua defesa?! Acusações infundadas? Ok…

    “Lembram-se do caso de lotes infectados com “inócuo” HIV, mas que causou SIDA aos receptores?! O voz lembra-se!

    https://taawaciclos.wordpress.com/2015/01/25/621/comment-page-1/#comment-1168

    É desta massa que se fazem convicções fortes e informadas“

    Gostar

    • 😆 Continuas?

      PRONTO asinus… Queres umas festinhas é?!

      No teu caso as pessoas até agradecem que tu fiques TODO O DIA NO FACEBOOK a ver vídeos e que não faças NADA DE NADA! É da maneira que continuam a VIVER!

      “HIV-associated neurocognitive disorders (HAND). The disorders, which strike more often in HIV patients over age 50, can result in cognitive impairment, mild to severe, making everyday tasks a challenge.”

      Vês asinus… CUIDADO! Tu que és “VIH+” já estás a descambar feio!

      ‘H’omo asinus – Qui homo est asinus!

      “Decline in mental processes is a common complication of HIV infection”!

      “Este vírus não pode ser nada e tudo ao mesmo tempo!” 😆

      Continua a PASTAR, a TOMAR as drogas HAART, e a rezar “O VIH é a causa da SIDA”

      Gostar

  17. Puff é o melhor que tens? Depois do teu desmascarar só posso dizer que a luz favoreceu-te nesse vídeo.

    “Lembram-se do caso de lotes infectados com “inócuo” HIV, mas que causou SIDA aos receptores?! O voz lembra-se!

    https://taawaciclos.wordpress.com/2015/01/25/621/comment-page-1/#comment-1168

    É desta massa que se fazem convicções fortes e informadas“

    Gostar

Escreve um pensamento... E não te preocupes com nada! Tens neste espaço liberdade total para escreveres o que te apetecer e como te apetecer! Sem restrições!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s